A preço reduzido!
Semente de Pepino Branco

Semente de Pepino Branco

Não há pontos de recompensa para este produto, porque este já tem desconto.


Produto novo

131 Itens

Semente de Pepino Branco

Preço de pacote de 8 sementes.

Origem/História: O pepino é uma espécie originária do nordeste da Índia e do Nepal. Esta cultura é efectuada há pelo menos, 3000 anos na Índia e na Pérsia e há pelo menos 2000 anos na China. Foi trazida para a região do Mediterrâneo há mais de 3000 anos, tendo sido cultivad

1,53 € impostos incl.

-15%

1,80 € impostos incl.

Semente de Pepino Branco

Preço de pacote de 8 sementes.

Origem/História: O pepino é uma espécie originária do nordeste da Índia e do Nepal. Esta cultura é efectuada há pelo menos, 3000 anos na Índia e na Pérsia e há pelo menos 2000 anos na China. Foi trazida para a região do Mediterrâneo há mais de 3000 anos, tendo sido cultivada pelos egípcios, gregos e romanos da Antiguidade. 
O Pepineiro foi introduzido na América por Colombo e os portugueses levaram esta espécie para a costa ocidental de África. É uma cultura muito utilizada na Europa desde o séc. XVII, tendo sofrido um grande desenvolvimento após a II Guerra Mundial, com a alteração do sistema cultural e aparecimento de novas cultivares. O pepino é a segunda cultura cucurbitácea produzida a nível mundial.
 
Descrição: O pepineiro é uma planta herbácea, anual, com sistema radicular aprumado e denso. Os caules podem ter crescimento postrante ou trepador devido à presença de gavinhas não ramificadas, têm consistência herbácea, são de cor verde claro a verde médio e têm forma angulosa. As folhas de Pepino são simples, pentagonais, ou mais raramente, trilobadas de nervação palminérvia e de inserção alterna. A maioria das cultivares são monóicas ou ginóicas. As flores masculinas formam-se em grupos de 3 a 5 flores no mesmo nó enquanto que as flores femininas encontram-se solitárias no nó. A corola é constituída por 5 pétalas de cor amarela soldadas na base. As sépalas encontram-se parcialmente soldadas. O fruto é um pepónio (Pepino), longo, com casca verde clara, com estrias e manchas escuras, polpa de cor clara e sabor suave, com sementes achatadas semelhantes às do melão.
 
Sementeira: Em geral, as sementes de Pepinos cultivam-se em local definitivo desde o início da Primavera até meados da Primavera. Em Portugal e em todo o Hemisfério Norte nos meses de Março, Abril e Maio. A temperatura ideal para a germinação das sementes de pepino é de 25-30 Cº. A colocação da semente em água durante 12-14 h antes da sementeira facilita a germinação.
 
Crescimento: Rápido.
 
Transplantação: Planta sensível à crise de transplantação, pelo que deve ser transplantada com raíz protegida. Deve ser efectuada quando a planta apresenta 3 a 4 folhas verdadeiras.
 
Luz: Planta de dia neutro. A cultura de pepinos é muito exigente em irradiância, principalmente na fase da floração.
 
Temperatura: Cultura megatérmica. As temperaturas óptimas para o seu desenvolvimento vegetativo situam-se entre os 18-25 Cº.
 
Humidade: Humidade relativa óptima para os pepinos situa-se entre os 55 a 75%.
 
Solos: Adapta-se a vários tipos de solos mas prefere os solos francos e bem drenados. Sensível à salinidade. O pH óptimo para a cultura de pepino é de 6,0 a 6,8.
 
Resistência: Sensível às geadas.
 
Rega: Regular. Regar bem os pepineiros nas fases de floração, vingamento e crescimento dos frutos de pepino.
 
Adubação: Aplicar adubo orgânico. Adubar os pepinos no início do crescimento dos frutos e na fase de plena frutificação.
 
Pragas e Doenças: Ácaros, afídeos, alfinete, larvas mineiras, mosca branca, nóctuas, roscas, tripes, nematodes, scutigerela, alternária, antracnose, cladosporiose, cancro gomoso, fusariose, míldio, oídio, pé negro, podridão cinzenta, podridão do colo, verticilose.
 
Multiplicação: Semente.
 
Colheita e Pós-Colheita: O pepino deve ser colhido quando atinge o tamanho desejado, sempre antes de as sementes estarem completamente formadas. Os pepinos devem-se apresentar firmes, de cor brilhante e o tecido placentar deve apresentar aparência de gel. Escolha os frutos com cuidado para não danificá-los pois os ferimentos e choques prejudicam a sua qualidade e reduzem a sua durabilidde. Prefira frutos firmes, sem danos mecânicos, pragas e doenças e com casca brilhante. O pepino deve ser conservado no frigorífico. Os frutos de pepino consumidos crus devem ser lavados em água corrente.
 
Utilização e Composição: O pepino é essencialmente utilizado em saladas ou sob a forma de conservas ácidas (pickles), consumido em cru. É também, actualmente, muito utilizado na cosmética. Os pepinos são consumidos essencialmente crus na forma de saladas ou pickles mas também podem ser usados cozidos e recheados, em refogados, sopas quentes ou frias. O pepino é rico em água, vitaminas e sais minerais e tem reduzido teor em açucares e baixo valor energético.
Outros usos: O pepino é um óptimo tónico para o fígado, rins e vesícula, e dá força aos cabelos e unhas, pelo seu alto teor de sílica e flúor. O seu sumo é utilizado nas inflamações do tubo digestivo e da bexiga, e misturado com mel é excelente para combater as inflamações da garganta. O sumo do pepino tem também acção purificante e serve para eliminar a gordura da pele.

Related Products

Comentários Todos os comentários

Resumo

0

(0 Comentários)

Selecione abaixo para filtrar comentários

  • 5
    (0)
  • 4
    (0)
  • 3
    (0)
  • 2
    (0)
  • 1
    (0)

Escreva um comentário

Escreva o seu comentário

Semente de Pepino Branco

Semente de Pepino Branco

Semente de Pepino Branco

Preço de pacote de 8 sementes.

Origem/História: O pepino é uma espécie originária do nordeste da Índia e do Nepal. Esta cultura é efectuada há pelo menos, 3000 anos na Índia e na Pérsia e há pelo menos 2000 anos na China. Foi trazida para a região do Mediterrâneo há mais de 3000 anos, tendo sido cultivad

Escreva o seu comentário e obter o voucher de desconto 5%
*válido para 365 dias
Sim Não