Information

Fabricantes

Comentários de clientes

Customer: Nikola Prsa
From: D.Bistra Croatia

Postovani
Jucer stigao paket i sve je u redu
Puno vam Hvala na usluzi i brzini

Novos produtos

Promoções

últimos pedidos

  •  
    Miguel G., CUNIT
  •  
    Paulo C., Viseu
  •  
    Stef F., Ikaria
  •  
    Elisabete R., Benafim
  •  
    Nikola N., Pozarevac
  •  
    Jane L., Laois
  •  
    Michele G., Grumo Appula
  •  
    Jean Paul G., MONTESQUIOU
  •  
    Eduardo F., OURENSE
  •  
    Chrysanthos C., Pafos
Não foi encontrado o modelo para o módulo printlabelmarker

Fornecedores

Nenhum fornecedor

Produtos visualizados

Sementes de Berbéris, Bérberis, Uva Espim

Novo produto

Sementes de Berbéris, Bérberis, Uva Espim (Berberis vulgaris)

Preço para o pacote de 10 sementes.

Arbusto ereto, medindo de 1 a 3 metros de altura, apresentando casca cinzenta, ramos canelados e lenho duro amarelo. As folhas são verde-claras rígidas, desiguais, obovadas, marginadas de cílios espinhosos, possuindo ramificação vascular na página inferior, reunidas em ramos ao nível

Mais detalhes

79 Itens

€ 1.95 com IVA

Adicionar à Lista de desejos

Mais informação

Sementes de Berbéris, Bérberis, Uva Espim (Berberis vulgaris)

Preço para o pacote de 10 sementes.

Arbusto ereto, medindo de 1 a 3 metros de altura, apresentando casca cinzenta, ramos canelados e lenho duro amarelo. As folhas são verde-claras rígidas, desiguais, obovadas, marginadas de cílios espinhosos, possuindo ramificação vascular na página inferior, reunidas em ramos ao nível de um espinho tripartido. As flores são muito pequenas e amarelas, com 6 pétalas, 6 sépalas e 6 estames em volta de um carpelo encimado por um disco estigmatífero persistente, dispostos em cachos pendentes mais compridos que as folhas. O fruto é uma baga de cor coral, ovóide, contendo 2 a 3 sementes. A planta é inodora, o fruto um sabor extremamente ácido e a casca é amarga.

É originário da Europa e Ásia Oriental e de distribuição ampla na atualidade. Era uma arbusto muito cultivado nos jardins até que se descobriu que transmitia esporos de um fungo causador de uma doença nos cereais, a ferrugem negra, às plantações.

 

Nome Científico: Berberis vulgaris L. Sinonímia: Berberis abortiva Renault; Berberis acida Gilib.; Berberis aethnensis Bourg. ex Willk. et Lange; Berberis apyrena Hort. ex C. Koch; Berberis arborescens Hort. ex C. Koch; Berberis asperma Poit. et Turpin; Berberis aurea Tausch; Berberis bigelovii Schrad.; Berberis brachybotrys Edgew.; Berberis calliobotrys Bien. ex Aitch.; Berberis canadensis Mill.; Berberis crataegina DC.; Berberis crenulata Schrad.; Berberis cretica L.; Berberis densiflora Boiss. et Buhse; Berberis dentata Tausch; Berberis dulcis hort.ex C. Koch; Berberis dumetorum Bauh.; Berberis dumetorum Gouan; Berberis edulis Hort. ex C. Koch; Berberis emarginata Willd.; Berberis heterophylla Hort. ex C. Koch; Berberis heteropoda Schrenk; Berberis hispanica Boiss. et Reut.; Berberis iberica Sweet; Berberis ilicifolia Bouth. ex Steud.; Berberis innominata Kielm.; Berberis integerrima Bunge; Berberis irritabilis Salisb.; Berberis kunawurensis Royle; Berberis laxiflora Schrad.; Berberis lycium Hort. ex C. Koch; Berberis macrantha Schrad.; Berberis marginata Hort. ex C. Koch; Berberis maximowiczi Regel; Berberis microphylla F.G. Dietr.; Berberis mitis Schrad.; Berberis nepalensis Hort. ex C. Koch; Berberis nitens Schrad; Berberis nummularia Bunge; Berberis obovata Schrad.; Berberis pauciflora Salisb.; Berberis provincialis Audib. ex Schrad.; Berberis racemosa Stokes; Berberis rubra Poit. et Turpin; Berberis sanguinea Hort. ex C. Koch; Berberis sanguinolenta Hort. ex C. Koch; Berberis sibirica Hort.; Berberis sphaerocarpa Kar. et Kir.; Berberis thunbergii DC; Berberis turcomannica Kar. ex Ledeb.; Berberis violacea Poit. et Turpin.

 

Nome Popular: Berbéris, Bérberis, Uva Espim, Oxycantha e Espinheto-vinheto, em português; Berbestrauch, Berberitzen, Sarach, Sauerdorn, na Alemanha; Agracejo, Agracejillo, Agraceleo, Agrazones, Agrecillo, Arlera, Bérbero, Egrecillo, Espina Vineta e Vinagrera, em espanhol; Berberis, Berbéride, Épine, Épine-Vinette, Vinette, Vinettier, na França; Berberis, Barbarisse, Kweekdoorn, Zuurdorn, na Holanda; Barberry, Common Barberry, Pipperidge Bush, em inglês; Berberi, Berbero, Crespino, Spino Santo, Trispina, na Itália.

 

Denominação Homeopática: BERBERIS.

 

Família Botânica: Berberidaceae.

 

Parte Utilizada: Casca do caule.

 

Princípios Ativos: Alcalóides (2-3%): berberina, palmatina, columbamina, berbamina, oxicantina e magnoflorina.

 

Indicações e Ações Farmacológicas: É indicado na falta de apetite, nas dispepsias hiposecretoras, na disquinesia e litíase biliar, nos espasmos gastrointestinais, na hipertensão, no combate a parasitas, na psoríase e na prisão de ventre, entre outra indicações. Em Homeopatia é usado nas dores renais dilacerantes, prolongando-se pelos ureteres abaixo até a bexiga e mesmo à uretra; nas cólicas nefríticas; cálculos biliares; cólica hepática; nevralgias; eczemas com pruridos, entre outras indicações.

A berberina (o principal alcalóide) possui semelhança estrutural com a morfina, e devido a isso em altas concentrações é considerada tóxica. Esta semelhança foi utilizada na década de 20 na síndrome de abstinência do ópio. A berberina está também presente em outras famílias, tais como as Papaveráceas e as Ranunculáceas.

Em concentrações normais, a berberina é um tônico amargo que apresenta propriedades digestivas, eupépticas (carminativas) e orexígenas.

Algumas provas in vitro demonstraram possuir também atividade antimicrobiana, imunomoduladora, sedativa, hipotensora, anticonvulsivante e parasiticida (Pizzorno J. e Murray M., 1985).

Nos casos de diarréias, a berberina tem mostrado singular eficácia frente a enterotoxinas de Escherichia coli, como também frente a Salmonella typhi, Shigella dysenteriae, Giardia lamblia, Salmonella paratyphi B, Klebsiella pneumoniae e Vibrio cholerae. Também se tem reportado o empreo da berberina no tracoma, uma infecção ocular que pode levar à cegueira, produzida pela espécie Clamidia trachomatis (Pizzorno J. e Murray M., 1985).

A administração intravenosa de berberina em animais de laboratório produziu efeitos antimuscarínicos, antihistamínicos e hipotensor arterial. Ao contrário, altas doses promoveram picos hipertensivos nos animais. No coração produziu uma ação estimulante do músculo cardíaco, incrementando o fluxo coronário, o qual é contrário em altas doses (Wisniewski W. e Gorta T., 1969; Preininger V., 1975).

Em ratos e berberina tem exibido uma atividade antipirética três vezes mais efetiva que a aspirina (Pizzorno J. e Murray M., 1985).

Avaliações

  • Summary
  • Brand:
    Product: Sementes de Berbéris, Bérberis, Uva Espim
    Description: Sementes de Berbéris, Bérberis, Uva Espim (Berberis vulgaris) Preço para o pacote de 10 sementes. Arbusto ereto, medindo de 1 a 3 metros de altura, apresentando casca cinzenta, ramos canelados e lenho duro amarelo. As folhas são verde-claras rígidas, desiguais, obovadas, marginadas de cílios espinhosos, possuindo ramificação vascular na página inferior, reunidas em ramos ao nível
    Category: Home
    Price at : 1.95 EUR
    Availability: (79 items)
    Product rating for Sementes de Berbéris, Bérberis, Uva Espim: 5 / 5 (1 total votes, 1 total reviews)
    Visit our Google+ profile

    Sem avaliações neste momento.

    Escrever uma avaliação

    Sementes de Berbéris, Bérberis, Uva Espim

    Sementes de Berbéris, Bérberis, Uva Espim

    Sementes de Berbéris, Bérberis, Uva Espim (Berberis vulgaris)

    Preço para o pacote de 10 sementes.

    Arbusto ereto, medindo de 1 a 3 metros de altura, apresentando casca cinzenta, ramos canelados e lenho duro amarelo. As folhas são verde-claras rígidas, desiguais, obovadas, marginadas de cílios espinhosos, possuindo ramificação vascular na página inferior, reunidas em ramos ao nível