Sementes de Berbéris, Bérberis, Uva Espim 1.95 - 1
  • Sementes de Berbéris, Bérberis, Uva Espim 1.95 - 1
  • Sementes de Berbéris, Bérberis, Uva Espim 1.95 - 2
  • Sementes de Berbéris, Bérberis, Uva Espim 1.95 - 3
  • Sementes de Berbéris, Bérberis, Uva Espim 1.95 - 4

Sementes de Berbéris, Bérberis, Uva Espim

1,95 €

Sementes de Berbéris, Bérberis, Uva Espim (Berberis vulgaris)

Preço para o pacote de 10 sementes.

Arbusto ereto, medindo de 1 a 3 metros de altura, apresentando casca cinzenta, ramos canelados e lenho duro amarelo. As folhas são verde-claras rígidas, desiguais, obovadas, marginadas de cílios

Sementes em pacote :
Quantidade

Total Rating Total Rating:

0 1 2 3 4
0/5 - 0 reviews

View ratings
0 1 2 3 4 0
0 1 2 3 0 0
0 1 2 0 1 0
0 1 0 1 2 0
0 0 1 2 3 0

  Add Review View Reviews View Reviews

Este produto foi vendido

58
Vezes

Sementes de Berbéris, Bérberis, Uva Espim (Berberis vulgaris)

Preço para o pacote de 10 sementes.

Arbusto ereto, medindo de 1 a 3 metros de altura, apresentando casca cinzenta, ramos canelados e lenho duro amarelo. As folhas são verde-claras rígidas, desiguais, obovadas, marginadas de cílios espinhosos, possuindo ramificação vascular na página inferior, reunidas em ramos ao nível de um espinho tripartido. As flores são muito pequenas e amarelas, com 6 pétalas, 6 sépalas e 6 estames em volta de um carpelo encimado por um disco estigmatífero persistente, dispostos em cachos pendentes mais compridos que as folhas. O fruto é uma baga de cor coral, ovóide, contendo 2 a 3 sementes. A planta é inodora, o fruto um sabor extremamente ácido e a casca é amarga.

É originário da Europa e Ásia Oriental e de distribuição ampla na atualidade. Era uma arbusto muito cultivado nos jardins até que se descobriu que transmitia esporos de um fungo causador de uma doença nos cereais, a ferrugem negra, às plantações.

Nome Científico: Berberis vulgaris L. Sinonímia: Berberis abortiva Renault; Berberis acida Gilib.; Berberis aethnensis Bourg. ex Willk. et Lange; Berberis apyrena Hort. ex C. Koch; Berberis arborescens Hort. ex C. Koch; Berberis asperma Poit. et Turpin; Berberis aurea Tausch; Berberis bigelovii Schrad.; Berberis brachybotrys Edgew.; Berberis calliobotrys Bien. ex Aitch.; Berberis canadensis Mill.; Berberis crataegina DC.; Berberis crenulata Schrad.; Berberis cretica L.; Berberis densiflora Boiss. et Buhse; Berberis dentata Tausch; Berberis dulcis hort.ex C. Koch; Berberis dumetorum Bauh.; Berberis dumetorum Gouan; Berberis edulis Hort. ex C. Koch; Berberis emarginata Willd.; Berberis heterophylla Hort. ex C. Koch; Berberis heteropoda Schrenk; Berberis hispanica Boiss. et Reut.; Berberis iberica Sweet; Berberis ilicifolia Bouth. ex Steud.; Berberis innominata Kielm.; Berberis integerrima Bunge; Berberis irritabilis Salisb.; Berberis kunawurensis Royle; Berberis laxiflora Schrad.; Berberis lycium Hort. ex C. Koch; Berberis macrantha Schrad.; Berberis marginata Hort. ex C. Koch; Berberis maximowiczi Regel; Berberis microphylla F.G. Dietr.; Berberis mitis Schrad.; Berberis nepalensis Hort. ex C. Koch; Berberis nitens Schrad; Berberis nummularia Bunge; Berberis obovata Schrad.; Berberis pauciflora Salisb.; Berberis provincialis Audib. ex Schrad.; Berberis racemosa Stokes; Berberis rubra Poit. et Turpin; Berberis sanguinea Hort. ex C. Koch; Berberis sanguinolenta Hort. ex C. Koch; Berberis sibirica Hort.; Berberis sphaerocarpa Kar. et Kir.; Berberis thunbergii DC; Berberis turcomannica Kar. ex Ledeb.; Berberis violacea Poit. et Turpin.

Nome Popular: Berbéris, Bérberis, Uva Espim, Oxycantha e Espinheto-vinheto, em português; Berbestrauch, Berberitzen, Sarach, Sauerdorn, na Alemanha; Agracejo, Agracejillo, Agraceleo, Agrazones, Agrecillo, Arlera, Bérbero, Egrecillo, Espina Vineta e Vinagrera, em espanhol; Berberis, Berbéride, Épine, Épine-Vinette, Vinette, Vinettier, na França; Berberis, Barbarisse, Kweekdoorn, Zuurdorn, na Holanda; Barberry, Common Barberry, Pipperidge Bush, em inglês; Berberi, Berbero, Crespino, Spino Santo, Trispina, na Itália.

Denominação Homeopática: BERBERIS.

Família Botânica: Berberidaceae.

Parte Utilizada: Casca do caule.

Princípios Ativos: Alcalóides (2-3%): berberina, palmatina, columbamina, berbamina, oxicantina e magnoflorina.

Indicações e Ações Farmacológicas: É indicado na falta de apetite, nas dispepsias hiposecretoras, na disquinesia e litíase biliar, nos espasmos gastrointestinais, na hipertensão, no combate a parasitas, na psoríase e na prisão de ventre, entre outra indicações. Em Homeopatia é usado nas dores renais dilacerantes, prolongando-se pelos ureteres abaixo até a bexiga e mesmo à uretra; nas cólicas nefríticas; cálculos biliares; cólica hepática; nevralgias; eczemas com pruridos, entre outras indicações.

A berberina (o principal alcalóide) possui semelhança estrutural com a morfina, e devido a isso em altas concentrações é considerada tóxica. Esta semelhança foi utilizada na década de 20 na síndrome de abstinência do ópio. A berberina está também presente em outras famílias, tais como as Papaveráceas e as Ranunculáceas.

Em concentrações normais, a berberina é um tônico amargo que apresenta propriedades digestivas, eupépticas (carminativas) e orexígenas.

Algumas provas in vitro demonstraram possuir também atividade antimicrobiana, imunomoduladora, sedativa, hipotensora, anticonvulsivante e parasiticida (Pizzorno J. e Murray M., 1985).

Nos casos de diarréias, a berberina tem mostrado singular eficácia frente a enterotoxinas de Escherichia coli, como também frente a Salmonella typhi, Shigella dysenteriae, Giardia lamblia, Salmonella paratyphi B, Klebsiella pneumoniae e Vibrio cholerae. Também se tem reportado o empreo da berberina no tracoma, uma infecção ocular que pode levar à cegueira, produzida pela espécie Clamidia trachomatis (Pizzorno J. e Murray M., 1985).

A administração intravenosa de berberina em animais de laboratório produziu efeitos antimuscarínicos, antihistamínicos e hipotensor arterial. Ao contrário, altas doses promoveram picos hipertensivos nos animais. No coração produziu uma ação estimulante do músculo cardíaco, incrementando o fluxo coronário, o qual é contrário em altas doses (Wisniewski W. e Gorta T., 1969; Preininger V., 1975).

Em ratos e berberina tem exibido uma atividade antipirética três vezes mais efetiva que a aspirina (Pizzorno J. e Murray M., 1985).

T 48 10S
56 Itens

Ficha informativa

Sementes escolhidas manualmente?
Sementes colhidas manualmente
sementes orgânicas ?
Sementes Orgânicas
Comestível?
Comestível
Perene ?
Planta perene : sim
Resistente ao frio e da geada ?
Resistente ao frio: a -25 ° C
Adequado para panela?
Adequado para panela: sim
Planta Medicinal?
Planta medicinal: Sim

USDA Hardiness zone

Reviews Reviews (0)

Based on 0 reviews - 0 1 2 3 4 0/5

Cookies are Necessary and help make a website usable by enabling basic functions like page navigation and access to secure areas of the website. The website cannot function properly without these cookies.

Cookies necessários
Os cookies necessários ajudam a tornar um website útil, permitindo funções básicas, como a navegação e o acesso à página para proteger áreas do website. O website pode não funcionar corretamente sem estes cookies.
Nome do cookie Fornecedor Objetivo Termo
seeds-gallery.shop www.seeds-gallery.shop Este cookie ajuda a manter as sessões do usuário abertas enquanto eles estão visitando um site, e os ajuda a fazer pedidos e muitas outras operações, como: data de adição do cookie, idioma selecionado, moeda usada, última categoria de produto visitada, produtos vistos pela última vez, identificação do cliente, nome, nome, senha criptografada, e-mail vinculado à conta, identificação do carrinho de compras. 480 horas
Cookies de estatística
Os cookies de estatística ajudam os proprietários de websites a entenderem como os visitantes interagem com os websites, recolhendo e divulgando informações de forma anónima.
Nome do cookie Fornecedor Objetivo Termo
collect Google Ele é usado para enviar dados ao Google Analytics sobre o dispositivo do visitante e seu comportamento. Rastreie o visitante em dispositivos e canais de marketing. Sessão
r/collect Google Ele é usado para enviar dados ao Google Analytics sobre o dispositivo do visitante e seu comportamento. Rastreie o visitante em dispositivos e canais de marketing. Sessão
_ga Google Registra um ID exclusivo que é usado para gerar dados estatísticos sobre como o visitante usa o site. 2 anos
_gat Google Usado pelo Google Analytics para controlar a taxa de solicitação 1 dia
_gd# Google Este é um cookie de sessão do Google Analytics usado para gerar dados estatísticos sobre como você usa o site, que são removidos quando você fecha o navegador. Sessão
_gid Google Registra um ID exclusivo que é usado para gerar dados estatísticos sobre como o visitante usa o site. 1 dia
Conteúdo não disponível